Millie Bobby Brown é um dos ícones da sua geração e está prestes a estrear em mais um papel de sucesso no filme Enola Holmes, que será lançado em 23 de setembro, no qual dará vida a ninguém mais, ninguém menos do que a protagonista da produção.

Durante a divulgação do novo trabalho, Millie falou em entrevista à revista Glamour UK sobre como os comentários sobre sua aparência aumentam sua ansiedade e de que maneira lida com o bullying.

Millie Bobby Brown fala sobre ansiedade gerada por ataques e haters@milliebobbybrown/Instagram

“Eu luto contra a ansiedade”, disse continuando: “Quando estou tendo um dia ruim ou me sentindo muito ansiosa e vejo comentários do tipo ‘Nossa, você não estava bem naquela premiação porque você estava parecendo isso ou aquloi’, isso me deixa um pouco mais ansiosa.”

A atriz também falou que aderiu à luta contra o bullying principalmente por ter sofrido muito com os ataques durante a escola. “Eu acho que quando você está sofrendo bullying, o seu instinto é dizer: ‘Isso não é tão importante. Talvez eles apenas estejam tendo um dia ruim’”, disse. “Eu não queria admitir que eu estava sofrendo bullying e naqueles momentos você meio que nega tudo isso. Agora, quando reflito sobre o que passou, eu penso: ‘Definitivamente eu estava’. Existem coisas que você não fala para ninguém, que não são normais. Acredito que desenvolvi a habilidade de me posicionar contra isso quando comecei a trabalhar e encontrei a minha plataforma, encontrei sobre o que eu gostaria de falar. Para mim, essa luta foi o cyberbullying, porque eu recebi muitos ataques na minha vida e foi horrível”, completou.

Continua após a publicidade

No passado, Millie chegou a sair do Twitter por conta dos ataques sofridos. Atualmente, ela está lidando melhor com esse tipo de comentário. “Eu posso lidar com isso. Acredito que eu tenha desenvolvido uma barreira e também eu percebi que essas pessoas podem estar sofrendo, podem estar chateadas e passando por algum problema. E eu escolho o amor. Eu não gosto de odiar as pessoas, isso é exaustivo e horrível. Então, eu lido com isso dizendo: “Eu estou apenas tentando espalhar amor e positividade”, disse.

Passando a quarentena na casa de seus pais, em Atlanta, nos Estados Unidos, Millie contou que tem aprendido bastante sobre como aproveitar o tempo com si própria. “Estar comigo mesma, ser a minha própria crítica, o meu próprio apoio… É muito importante também. Eu confio em mim mesma para me dar amor próprio, porque isso é literalmente a única forma que eu posso. Eu digo para mim mesma: ‘Uau. Eu fui bem nisso’. Todos precisar empoderar a si próprios”, falou.

Musa, né? <3