Marcão do Povo
Marcão do Povo comentou repercussão sobre o caso de racismo feito com Ludmilla (Imagem: Reprodução – SBT – Instagram / Montagem – RD1)

Marcão do Povo se envolveu há mais de dois anos em uma polêmica envolvendo a cantora Ludmilla. Na época, ele era contratado da Record, e citou o termo “macaca” ao se referir a cantora, enquanto comentava uma notícia sobre ela no Balanço Geral DF. O fato levou a sua demissão na emissora, mas logo foi contratado pelo SBT. Por causa do episódio, o apresentador foi tachado de racista.

Recentemente durante uma entrevista ao portal O Dia, o apresentador afirma que foi julgado antes da hora, e ainda falou que confirma na decisão da justiça, sobre um processo que Ludmilla está movendo contra o apresentador.

“Existe um processo e ele corre em segredo de Justiça. Acredito que no início eu fui condenado sem sequer ser julgado pela Justiça, mas agora terei meu direito de defesa nos tribunais. Acredito que Deus fará tudo da maneira Dele. Acredito muito na Justiça”, afirmou o líder do Primeiro Impacto.

O jornalista também afirmou não ser odiado nos bastidores do SBT, e ainda ressaltou que sente “muito carinho das pessoas” nos corredores da emissora.

Marcão do Povo também falou a respeito das constantes mudanças na grade da programação do canal propostas por Silvio Santos. “Sempre falo que eu sou um soldado e estarei pronto para guerra, não escolho as minhas batalhas. Estou ali para servir ao SBT e ao que meu patrão mandar”, finalizou.

O post Marcão do Povo desabafa e diz que foi julgado antes da hora em processo de Ludmilla apareceu primeiro em RD1 → Audiência da TV, Notícias da TV e Famosos.