Lacombe
Lacombe revela que houve interferência da Band no Aqui na Band (Imagem: Reprodução/ Youtube)

Novo contratado da RedeTV!, Luís Ernesto Lacombe voltou a elogiar Jair Bolsonaro (sem partido) e aproveitou para elogiar a atuação da Record e do SBT. Além disso, o apresentador criticou a Band por “interferências” em atração.

Sobre a sua saída do canal paulista, o jornalista declarou para o colunista Leo Dias, do Metrópoles: “Houve um movimento contra o Aqui na Band que juntou dois setores dentro da emissora contra a gente”. Ele ainda garantiu que ficou surpreso com esse “movimento”.

“Porque, quando comecei a me posicionar e fui chamado pela direção, foi para dizer: ‘Concordamos com você. Siga nesse posicionamento. Gostei desse caminho. Isso está certo’. Quando falei que não comprava a Greta Thunberg [ativista ambiental sueca de 17 anos], com um discurso alarmante, frases de efeito, a direção disse: ‘É isso. Também pensamos assim’“, lembrou.

“Quando defendi a polícia, as pessoas mudaram tudo. No caso da Ágatha [menina de 8 anos morta com uma bala nas costas no Complexo do Alemão, em setembro do ano passado] as pessoas falaram: ‘Ele disse que não foi a polícia’. Não foi isso que falei. Eu disse que, se foi um policial que atirou e provocou a morte, que seja identificado e que responda por isso”, comentou o famoso.

Lacombe acrescentou: “De novo [falando da direção da Band]: ‘Parabéns. Você defendeu a instituição polícia, nós somos a favor da polícia, da ordem’. Então, fui tendo alguns retornos de que eu poderia seguir esse caminho. Quando defendi posse e porte de armas. O Grupo Bandeirantes de Comunicação é a favor. Oficialmente a favor. Quando defendi a legítima defesa, da liberdade individual, mais do que o direito à posse e ao porte”.

A respeito dos posicionamentos da Record e do SBT, que tem defendido as atitudes de Bolsonaro, o apresentador disparou: “Eu defendo um jornalismo isento, mas posicionado. Você pode ser isento, mas posicionado, você não pode ser militante. Eles podem ir para o outro lado. Então, se a Globo omite o que é bom e aumenta e inventa o que é ruim é possível que outras aumentem e inventem o que é bom e omitam o que é ruim, pode ser que tenha”.

Luís Ernesto Lacombe também garantiu que não é bolsonarista, mas elogiou o presidente. “Eu sou um liberal, inicialmente, um liberal, eu quero menos Estado. Acho que a gente tem Estado demais, o Estado atrapalha muito, tira nossa liberdade, não nos dá benefícios em troca. Eu não sou como meus filhos que são libertários e acham que não tem que ter Estado algum, eu acho que isso é a barbárie, eu não sou nesse nível. Mas eu acho que um Estado mínimo, um estado que cuida”, afirmou.

O post Lacombe fala da Band, elogia Bolsonaro e defende atuação de Record e SBT apareceu primeiro em RD1 → Audiência da TV, Notícias da TV e Famosos.