José de Abreu
José de Abreu foi condenado em processo (Imagem: Reprodução / Globo)

A Justiça bateu o martelo e decidiu condenar José de Abreu por uma publicação em que ele insinuou uma comparação da primeira-dama do estado de São Paulo, Bia Doria, a uma vaca. Segundo o jornal Folha de S. Paulo, o famoso foi condenado a pagar uma indenização de R$ 50 mil à esposa do governador João Doria (PSDB).

O juiz Douglas Iecco Ravacci, da 33ª Vara Cível da Comarca de São Paulo, decidiu que o ator será condenado por dano moral. A mensagem foi feita em 2016 e nela José de Abreu afirmou: “STF proíbe vaquejada mas permite que a Bia Doria dê entrevista? é um crime contra os animais…”. A decisão cabe recurso.

Além disso, a Justiça decidiu que o réu também terá que arcar com o pagamento das custas e despesas processuais, além de honorários advocatícios de 10% do valor atualizado da condenação.

Em dezembro, João Dória detonou José de Abreu. “Vejam até onde vai a covardia do Zé de Abreu”, afirmou o governador. “Um notório ativista da esquerda e defensor do Lula. Que desrespeita mulheres, cospe na cara das pessoas e, após condenado, foge covardemente da Justiça”, escreveu.

Na época, o TJ-SP (Tribunal de Justiça de São Paulo) tentava já por mais de dois anos citar o ator (comunicá-lo oficialmente) para que ele se defendesse no processo, mas os oficiais não conseguiram encontrá-lo.

O post Justiça toma atitude contra José de Abreu por comentário sobre Bia Doria apareceu primeiro em RD1 → Audiência da TV, Notícias da TV e Famosos.