Nesta semana, Isabella Scherer tirou um tempinho para responder a algumas perguntas de seus seguidores no Instagram sobre botox nas axilas. Durante o bate-papo, a atriz falou sobre o procedimento estético e contou o motivo de ter começado a fazer as aplicações há cerca de quatro anos.

Isa revelou que sua transpiração era concentrada na área das axilas e que isso acabava gerando um odor ruim que a incomodava muito. A atriz contou que chegava a andar com lenços umedecidos e desodorante para conseguir fazer a higienização da região quando estava fora de casa. “Sempre foi algo horrível para mim”, escreveu ela enquanto explicava.

“A única função do botox na axila é parar o suor, a transpiração. Às vezes, você tem que fazer o retoque, geralmente depois de 15 dias”, explicou sobre o procedimento. “Hoje em dia, como eu faço o retoque uma ou duas vezes por ano, já sinto o efeito [do produto] no dia seguinte ou depois”, finalizou.

Questionada sobre a cirurgia que poderia ajudar a controlar a transpiração na região, ela falou: “Eu sempre achei a cirurgia muito invasiva. Eu não faria. Porém, o botox acaba sendo algo que você vai ter que fazer o retoque porque dura, no máximo, um ano. E é um gasto que você vai ter se quiser manter os efeitos, meio que para o resto da sua vida.”

Continua após a publicidade

A atriz disse que essa foi a melhor decisão que tomou sobre o assunto e brincou: “Unidos do botox na axila é a minha religião.”

Você já tinha ouvido falar no procedimento?