Eduardo Costa
Eduardo Costa revelou que está lucrando muito atualmente (Imagem: Reprodução / Instagram)

No meio de uma crise financeira tensa por consequência da pandemia do coronavírus, Eduardo Costa resolveu vender a mansão que tinha em Belo Horizonte, avaliada em R$ 11,9 milhões. Com a possibilidade da situação ter apertado, a coluna de Leo Dias, do Metrópoles, quis saber do cantor a razão da venda.

Em conversa com o sertanejo, ele garanti que não se desfez do imóvel por causa da crise. A negociação foi feita porque a mansão ficava em uma rua, não dentro de um condomínio fechado. “Não estava mais me sentindo seguro”, explicou Costa.

Aproveitando a deixa, Eduardo falou sobre a situação dos seus negócios. “Nessa pandemia, posso te falar uma coisa: nunca ganhei tanto dinheiro quanto agora. Já mexo com mercado de construção há algum tempo. E nunca se vendeu tanto imóvel de luxo como nesta pandemia“, revelou o cantor.

“Estou com dois empreendimentos novos. Estou construindo um condomínio de luxo em uma praia do Espírito Santo e comprei uma fazenda no sul de Minas. Mas não compro fazenda para minha diversão. Fazenda para mim é negócio, além de eu gerar emprego, eu arrecado dinheiro também. A fazenda foi bem cara, comprei financiada e vou pagando com os lucros que ela gerar. La tem gado de corte, cavalos e plantação de café“, disse Eduardo.

Segundo o artista, outra coisa que tem rendido um bom dinheiro para ele é a cachaça Cabaré. “Nesta pandemia, a cachaça Cabaré patrocinou dezenas de lives. Investimos mais de R$ 40 milhões na marca. Patrocinamos quase todas de sertanejo e de outros ritmos também”, afirmou.

O post Eduardo Costa vende mansão, nega crise e revela verdadeiro motivo apareceu primeiro em RD1 → Audiência da TV, Notícias da TV e Famosos.