A congressista democrata Alexandria Ocasio-Cortez refletiu sobre o quanto a autoestima elevada é fundamental em uma sociedade que tenta, o tempo inteiro, diminuir as mulheres. Em vídeo para a revista Vogue americana, a deputada dos Estados Unidos mostra sua rotina de beleza enquanto aponta a necessidade de termos amor próprio.

Alexandria Ocasio-Cortez mostrando sua rotina de beleza em vídeoYouTube/Reprodução

“O motivo pelo qual eu acredito que seja importante compartilhar essas coisas [rotina de maquiagem e de skincare] é porque, primeiro de tudo, feminilidade tem poder. Na política, há muitas críticas sobre como as mulheres e as pessoas femininas no geral se apresentam”, afirmou.

Assim como nós, tem dias que Alexandria está a fim de apresentar um visual mais glamouroso, e outros que vai trabalhar de cara limpa. “Aqui em Washighton existe essa falsa ideia de que se você se importa com maquiagem ou se você se interessa por moda e beleza, você é frívola de alguma forma. Mas, na verdade, eu acho que essas são algumas das decisões mais importantes que tomamos – e as tomamos todas as manhãs.”

“A nossa cultura é tão preocupada em diminuir as mulheres e atacar a nossa autoestima que, na minha opinião, é um ato radical, quase um mini protesto, amar a si mesma em uma sociedade que sempre está tentando dizer que você não está no peso certo, na cor de pele certa, qualquer coisa que seja. E quando você se levante e diz: ‘Quer saber? Vocês não podem tomar essa decisão, só eu posso’ é algo muito poderoso”, disse.

Continua após a publicidade

“Se eu tivesse que dar um conselho é que a chave da beleza é o trabalho interno. A chave da beleza é se sentir bonita. E nenhuma quantidade de dinheiro ou maquiagem pode compensar o amor próprio. Então, faça isso, que é a base de tudo. E se você precisar de um pequeno empurrão ou se você está se sentindo particularmente desafiada aquele dia, olhe no espelho e diga: ‘Eu sou poderosa e vou fazer do mundo um lugar melhor, porque eu estou aqui para isso.’”, concluiu.

Falas muito fortes e necessárias, né? Amor próprio é tudo mesmo! <3